Pular para o conteúdo principal

Visando proporcionar lazer e entretenimento aos pequenos integrantes da Família Naval, a Colônia de Férias AMN é sempre muito aguardada no início de ano. Foi assim que no último dia 7 começou mais uma edição da colônia com muita animação e entusiasmo da garotada, que neste ano foram 120 crianças e adolescentes inscritos, de 7 a 14 anos.

Logo cedo, as maiorias dos pais se despediam dos filhos registrando fotos e vídeos orgulhosos dos pequenos, como foi o caso do segundo-sargento, Douglas Nogueira, pai da Maria Eduarda, de 8 anos. Bastante empolgado por ser a primeira vez da filha, ele revelou que a pequena estava muito ansiosa e nem conseguiu dormir. “A interação com outras crianças é muito importante para desenvolver o lado pessoal dela”, afirmou.

Para a Mariana Silva, de 11 anos, também era a primeira vez, mas apesar disso, já estava enturmada com outras meninas. Ela contou que pelo clima já dava pra perceber que ia ser ótima: “Estou de olho no troféu”, entusiasmava-se o novato Henrique Ribeiro, de 8 anos, que estava ao lado do amigo Gabriel Borges, que participava pela segunda vez. “Espero que seja como as outras, muito divertida”, festejou o menino da mesma idade.

Além das refeições, a semana de colônia conta com inúmeras atividades recreativas, desportivas e lúdicas, com 21 monitores. Em um ambiente agradável, de brincadeiras e muita diversão, elas demonstram conforto e bem-estar.

Um dos mais empolgados com a atividade, o professor de Educação Física, Leandro Leal ressaltou a importância de brincar, de ser criança e sair um pouco do ambiente virtual. “Para muitos, é o primeiro contato com atividades físicas, e nada melhor do que aprender brincando. O esporte, enquanto atividade física organizada, é importante não apenas para o desenvolvimento físico e motor, mas também para o desenvolvimento social das crianças. A partir de suas regras e condições, as crianças conseguem compreender formas de relacionarem-se com os outros, trocando experiências, competindo e ajudando uns aos outros”, acredita o professor. 

Estou animada porque vejo a felicidade da minha filha. Sempre aguardamos com muita ansiedade essa colônia, essa já é a quarta vez que ela participa e gosta muito. É muito satisfatório para minha família, ” foi o resumo de Elizete Silva, mãe da Dayane Silva, de 12 anos.

Pela frente, ainda virá muito mais. A Colônia de Férias, que começou dia 7, vai até o dia 11 na ARES-CMN e no dia 14 iniciará na Área Recreativa e Esportiva em São Gonçalo.